Lusosem participa em Dia Aberto no Centro Experimental do Loreto

A Lusosem associou-se à Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC), num Dia Aberto realizado na Quinta do Loreto, em Coimbra, a 29 de Maio, onde partilhou com dezenas de agricultores e técnicos da Região o trabalho que realizou neste Centro Experimental, com a cultura do trigo, forragens (ervilhaca comum, aveia e centeio) e com a cultura de tremoço doce.

 

Dia Aberto - Quinta do Loreto - Trigo, Forragens e Tremoço

 

Este evento teve por objetivo difundir informação técnica de suporte à inovação, com vista ao desenvolvimento e competitividade do tecido produtivo agrícola  do Baixo Mondego.

 

Sementes de Trigo Lusosem


No segmento do trigo mole a Lusosem apresentou as variedades Átomo, Nogal e Artur Nick. O Átomo, lançado no mercado há cerca de dois anos, deu mostras da sua adaptabilidade às condições do Baixo Mondego, trata-se de uma variedade muito precoce, com bom comportamento às doenças de folha, tendo atingido uma produtividade de 7 toneladas/hectare no ensaio realizado no Loreto. O Nogal, indicado para sementeiras precoces, apresenta grande potencial produtivo, devido à sua capacidade de afilhamento e grande fertilidade da espiga. Trata-se de um trigo de superior qualidade panificável, tal como o Átomo. Por fim, o Artur Nick, variedade já consagrada no mercado, apresenta igualmente um elevado potencial produtivo e grande capacidade de adaptação, o que lhe confere uma grande estabilidade de rendimentos.

 

Sementes de Forragens Lusosem


No que se refere às forragens, a Lusosem dedicou especial atenção ao estudo de novas variedades de ervilhaca comum (Vica sativa), à adaptação de variedades de aveia strigosa e de centeio forrageiro. 

Esta panóplia de forragens irão permitir a médio prazo o enriquecimento do Catálogo de Sementes da Lusosem.

PRODUTOS

ONDE COMPRAR

Localize o distribuidor mais perto de si:

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER