GARLON GS

GARLON GS

Super Eficácia

Super Eficácia, Super Rapidez de acção

 

GARLON GS é um herbicida com super eficácia para o controlo de infestantes dicotiledóneas anuais e perenes e infestantes lenhosas (silvados e acácias, entre outras) com novo registo em áreas não agrícolas e zonas industriais.

 

Prejuízos causados pelas infestantes em áreas não cultivadas:

Risco de incêndio
Afecta a segurança
Dificulta os Acessos
Reduz a visibilidade
Danifica Estruturas ou Construções
Afecta Linhas Eléctricas

Composição e formulação : triclopir , fluroxipir

APV/AV : 0875

 

COMPOSIÇÃO E FORMULAÇÃO
Concentrado para emulsão (EC) com 30 g/L ou 3,4% p/p de fluroxipir (éster meptiletílico) e 90 g/L ou 10,3% p/p de triclopir (éster butoxietil)
Embalagem: 500 mL

 

MODO DE AÇÃO
Herbicida sistémico absorvido por via foliar e por outras partes verdes das plantas, que atua por inibição do desenvolvimento celular e provoca paragem do crescimento vegetativo, necrose e morte.
Os primeiros sintomas aparecem depois de 1-2 dias, as folhas, rebentos e caules retorcem-se e detém o crescimento, a planta murcha, torna-se quebradiça. As plantas mais susceptíveis controlam-se totalmente às 4 a 8 semanas.
Hipertrofia radicular

 

Infestantes Susceptíveis:

Lenhosas: Abrunheiro (Prunus spinosa), Acer menor (Acer campestre), Alfeneiro (Ligustrum spp.), Aveleira (Corylus avellana),Carpino (Carpinus betulus), Carvalho alvarinho (Quercus pedunculata), Carvalho-branco (Quercus petraea), Castanheiro (Castanea sativa), Cerejeira (Prunus avium), Choupo-tremedor (Populus tremula), Corniso (Cornus sanguinea), Espinheiro (Crataegus oxyacantha), Falsa acácia (Robinia pseudoacacia), Folhado (Viburnum lantana), Freixo-centro-europeu (Fraxinus excelsior), Giesta (Cytisus scoparius), Maceira (Malus spp.), Pirliteiro (Crataegus monogyna), Roseira brava (Rosa canina), Rosêlha (Cistus albidus), Salgueiro (Salix spp.), Silvas (Rubus spp.), Tojos (Ulex spp.), Vidoeiro (Betula verrucosa)

Herbáceas: Cardo (Cirsium arvense), Cardo-corredor (Eryngium campestre), Corriola (Convolvulus arvensis), Ervihaca-comum (Vicia sativa), Hortelã (Mentha longifolia), Labaças (Rumex spp.), Urtiga-maior (Urtica dioica)

 

 

Registos de Acção Concentração / Dose Aplicação Intervalo de Segurança


Zonas de corta fogos
Pastagens: tratamentos a toda a superficie em terrenos destinados à sua regeneração
Prados de gramíneas: tratamentos a toda a superficie. Aplicar só em prados de gramíneas, já que é fitotóxico para leguminosas
Redes viárias: caminhos, bordaduras de estradas (incluindo autoestradas e vias rápidas) e vias férreas
Recintos industriais: incluindo áreas industriais, potes eléctricos, estações eléctricas, solares e eólicas 
Terrenos florestais: destinados à sua regeneração
Terrenos agrícolas: sem cultivo
 

4L/ha
 


Foliar sobre as plantas, uma aplicação por ano.

Momento de Aplicação:

Infestantes em crescimento activo
Altura das infestantes a 50 cm
Contra infestantes perenes difíceis, tratar em estado de roseta antes da floração
Não utilizar em períodos de seca, temperaturas muito altas ou baixas
Evitar a deriva a cultivos adjacentes (bicos anti-deriva)
Respeitar 5 metros para árvores vizinhas (absorção radicular)
Respeitar 5 metros com massas de água
Pastoreio animal: 15 dias depois, e quando as infestantes se encontrem totalmente murchas
Vento inferior a 18 km/h
Temperatura inferior a 20ºC

 
15 dias (impedir o acesso dos animais para pastoreio nas áreas tratadas durante 15 dias após o tratamento e até que as ervas infestantes sequem completamente e se apresentem inapetecíveis para os animais. Não aplicar na presença de frutos próximos a maturação)

 

 

Centro de informação anti-venenos: 808 250 143

 

Precauções toxicológicas, ecotoxicológicas e ambientais

 


Prejudicial para o Meio Ambiente

Nocivo

Mutagénico ou carcinogénico de categoria 3

Pode ser mortal por ingestão e penetração nas vias respiratórias
Provoca irritação cutânea
Pode provocar uma reação alérgica cutânea
Tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros
Usar luvas de proteção/vestuário de proteção/proteção ocular/proteção facial
EM CASO DE INGESTÃO: contacte imediatamente um  CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou um médico. NÃO provocar o vómito
SE ENTRAR EM CONTACTO COM A PELE: lavar com sabonete e água abundantes
Em caso de irritação ou erupção cutânea: consulte um médico
Recolher o produto derramado
Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduso perigosos
Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto
Após o tratamento lavar cuidadosamente o material de proteção e os objetos contaminados (lavar as luvas também por dentro)
Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem

Intervalo de Segurança: 15 dias (impedir o acesso dos animais para pastoreio nas áreas tratadas durante 15 dias após o tratamento e até que as ervas infestantes sequem completamente e se apresentem inapetecíveis para os animais. Não aplicar na presença de frutos próximos a maturação)

 

Para evitar riscos para os seres humanos e para o ambiente, respeitar as instruções de utilização.

 

Precauções Biológicas

 

Avaliar o risco para as plantas nas imediações antes da aplicação
Não atingir culturas vizinhas da área a tratar. Evitar que a pulverização do produto entre em contacto com outras culturas (culturas dicotiledóneas, pomares, citrinos, videiras ou qualquer árvore de cultivo), plantações em zonas de lazer e jardins.
Para evitar a absorção indesejada do produto por raízes de culturas, árvores ou arbustros, recomenda-se evitar a aplicação na área do desenvolvimento das raíses dessas plantas, mantendo uma distância mínima de segurança de 5 m.
A aplicação repetida do mesmo herbicida nas mesmas áreas durante vários anos pode conduzir à ocorrência de resistência em espécies anteriormente suscetíveis. Para evitar o desenvolvimento de resistências, recomenda-se proceder a trotação de culturas, sempre que possível, e à alternância de herbicidas com diferente modo de ação.

PRODUTOS

ONDE COMPRAR

Localize o distribuidor mais perto de si:

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

CONTACTOS

Sede

Rua General Ferreira Martins, n 10-9A

1495-137 Algés

Ligue-nos

Telefone: +351 214 131 242

Fax: +351 214 131 284