PITON VERDE

PITON VERDE

Glifosato Verde

herbicida não selectivo de acção sistémica

 

Excelente eficácia
Largo espectro de acção
Elevada polivalência
Isento de Classificação Toxiocológica e Ambiental
Não residual - não se acumula no solo

Composição e formulação : glifosato

APV : 0073

 

COMPOSIÇÃO E FORMULAÇÃO
Solução Líquida (SL) com 360 g/l ou 31% (p/p) de glifosato
Embalagem: 1L, 5L, 20L ou 200L

 

MODO DE AÇÃO
O PITON VERDE é um herbicida sistémico de pós-emergência para controlo de infestantes anuais e vivazes, para várias culturas, antes da instalação das mesmas e em zonas não cultivadas.
PITON VERDE é translocado das partes aéreas até às raízes.

 

Infestantes Susceptíveis:

Erva-pata (Oxalis pes-caprae); Escalracho (Panicum repens); Graminhão (Paspalum paspalodes); Urtigas (Urtica spp.); Corriola (Convolvulus arvenses); Silvas (Rubus spp.); Feto (Pteridium aquilinum); Jacinto-aquático (Eichornia crassipes); Acácias (Acacia spp.); Grama (Cynodon dactylon); Junça (Cyperus rotundus); Juncinha (Cyperus esculentus); Tabua-larga (Typha latifolia); Rabo-de-raposa (Orobanche spp.).

 

 

Principais Culturas Concentração / Dose e Aplicação Intervalo de Segurança
Vinha
Pomares de Citrinos
Faveira (infestantes aquáticas e rabo-de-raposa)
Macieira
Pereira
Pessegueiro
Damasqueiro
Cerejeiras
Amendoeiras
Aveleiras
Bananeiras
Olivais

Marachas de Arrozais
Pousios
Renovação de Pastagens
Antes da Sementeira de Cereais

Culturas anuais:
- Infestantes anuais: 2-4 L/ha;
- Infestantes vivazes:
Erva-pata
: 4-5 L/ha; Escalracho: 4-7 L/ha; Graminhão: 5-8 L/ha; Urtigas: 5-8 L/ha; Corriola: 6-8 L/ha; Silvas: 6-8 L/ha; Feto: 6-8 L/ha; Jacinto-aquático: 6-8 L/ha; Acácias: 6-8 L/ha; Grama: 8-10 L/ha; Junça**: 8-10 L/ha; Juncinha**: 8-10 L/ha; Tabua-larga: 8-10 L/ha.

** O aparecimento da junça e da juncinha verifica-se durante um longo período, por isso, convém fazer duas aplicações: numa utilizar 6 L/ha e na 2a, 3 L/ha de PITON VERDE.

- Controlar as infestantes anuais nas primeiras fases de desenvolvimento e as vivazes até a floração;
- Nas infestantes aquáticas obtém-se melhores resultados com aplicações em Junho-Julho;
- No combate aos fetos, fazer as aplicações quando todas as folhas estiverem bem abertas;
- Em aplicações localizadas sobre manchas de infestantes vivazes, aplicar PITON VERDE na concentração de 1,5%
- Nas marachas dos arrozais aplicar após a colheita do arroz, enquanto as infestantes estiverem verdes ou durante o ciclo da cultura em aplicações localizadas (com campânula);
- Antes da sementeira dos cereais (trigo, aveia e cevada), para controlo de infestantes gramíneas nas primeiras fases de desenvolvimento, aplicar 0,75 L a 1,5 L/ha de PITON VERDE.
 
7 dias em amendoeira e aveleira;
21 dias em faveira;
28 dias em bananeira, oliveira, videira, pereira, macieira, citrinos, pessegueiro, damasqueiro e cerejeira.

A utilização de produtos de contacto nas entrelinhas de culturas hortícolas, morangueiro e milho dispensa o estabelecimento de um intervalo de segurança.

 

 

 

Centro de informação anti-venenos: 808 250 143

 

Precauções toxicológicas, ecotoxicológicas e ambientais

 

Este produto não está classificado como perigoso de acordo com o critério da CE.

 

Recomendações de Prudência:

Manter fora do alcance das crianças.
Não respirar a nuvem de pulverização.
Não comer, beber ou fumar durante a utilização deste produto.
Usar luvas de proteção durante a preparação da calda e aplicação do produto. P101 Se for necessário consultar um médico, mostre-lhe a embalagem ou o rótulo.
EM CASO DE INGESTÃO: contacte imediatamente um CENTRO DE INFORMAÇÃO ANTIVENENOS ou um médico.
Eliminar o conteúdo/embalagem em local adequado à recolha de resíduos perigosos.
Não contaminar a água com este produto ou com a sua embalagem, excepto em canais e valas nas doses indicadas

 

Para evitar riscos para os seres humanos e para o ambiente, respeitar as instruções de utilização

 

Precauções Biológicas

 

- Aplicar o PITON VERDE com bom tempo e sem vento;
- Não aplicar quando se prevê chuva nas 6 horas seguintes à aplicação;
- Não atingir culturas vizinhas da área a tratar. Não aplicar junto a videiras e árvores de fruto que apresentem clorofila (cor verde), nos caules e troncos;
- Não aplicar em vinha e pomares com menos de 3 anos;
- Durante a aplicação não atingir as plantas cultivadas: folhas, ramos ou frutos e ainda as raízes (no caso da bananeira), a fim de evitar possíveis danos ou mesmo a sua destruição. Não mobilizar o terreno nas primeiras 3-4 semanas após a aplicação para o controlo de infestantes vivazes, para as anuais são as 48 horas após a aplicação;
- A aplicação repetida do mesmo herbicida nas mesmas áreas durante vários anos pode conduzir à ocorrência de resistências em espécies anteriormente susceptíveis;
- Para evitar o desenvolvimento de resistências, recomenda-se proceder, sempre que possível, à utilização de herbicidas mistos ou à alternância de herbicidas com modo de acção diferente do glifosato.

PRODUTOS

ONDE COMPRAR

Localize o distribuidor mais perto de si:

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

CONTACTOS

Sede

Rua General Ferreira Martins, n 10-9A

1495-137 Algés

Ligue-nos

Telefone: +351 214 131 242

Fax: +351 214 131 284