Dia de Campo mostra Inovação aplicada à cultura do Arroz

 

A Lusosem apresentou os resultados do GO +Arroz no Dia de Campo organizado pelo Cotarroz, a 3 de Outubro, em Salvaterra de Magos. O GO +Arroz é um projeto de investigação focado em soluções sustentáveis de controlo de infestantes na cultura do arroz.

 

 

O Dia de Campo “Cultura do Arroz” reuniu várias dezenas de participantes nas instalações do Cotarroz-Centro Operativo e Tecnológico do Arroz, em Salvaterra de Magos, num intercâmbio de conhecimento sobre a investigação nacional em curso na fileira do arroz. 

A Lusosem apresentou os resultados do trabalho já desenvolvido no âmbito Grupo Operacional +Arroz, projeto de investigação aplicada que estuda soluções estruturais e sustentáveis para o problema do controlo de infestantes no arroz, nomeadamente de Echinochloa spp. 

 

No primeiro ano e meio de vigência do GO +Arroz foram realizados inquéritos a produtores de arroz para dignóstico da problemática das infestantes nas 3 regiões orizícolas do país (bacias do Sado, Tejo-Sorraia e Mondego); procedeu-se à colheita de infestantes (com amostras de solo e de sementes); instalaram-se ensaios de avaliação de herbicidas de pré e pós-emergência e testaram-se práticas culturais – lavoura, falsa-sementeira e rotação cultural – que podem contribuir para diminuir a pressão de infestantes na cultura.

 

Dia de Campo na abertura
Sessão de abertura do Dia de Campo da Cultura do Arroz

Apresentação do GO +Arroz por Filipa Setas
Filipa Setas, responsável de Desenvolvimento e Marketing da Lusosem, apresenta GO + Arroz

 

O GO +Arroz, que termina em Novembro de 2020, visa fornecer novas ferramentas de apoio à tomada de decisão no controlo de infestantes; contribuir para uma gestão racional, integrada e sustentável das infestantes, com benefícios na produtividade e rentabilidade da cultura e redução do impacto ambiental; diminuir o risco de resistências das infestantes, possibilitando uma maior longevidade das soluções herbicidas disponíveis e, por último, manter e/ou recuperar zonas onde há um risco de abandono da cultura do arroz.

 

 

Arroz como alimento funcional

 

Campo Arroz

O Cotarroz é parceiro em dois projetos de investigação que visam produzir arroz de alta qualidade para a alimentação de bebes e crianças.

 

Num dos casos está a ser estudada a produção de arroz biofortificado (enriquecido) em selénio, para transformação em farinha e uso no fabrico de produtos “Baby Food”.

 

Noutra vertente, os investigadores estudam um roteiro cultural para reduzir o teor de arsénio no grão de arroz. O objetivo é conseguir um arroz de alta qualidade para uso na alimentação infantil.

 

 

Sustainable EU Rice – Don’t think twice

 

Portugal vai participar numa campanha europeia de informação designada “Sustainable EU Rice – Don’t think twice” que visa promover o arroz produzido na Europa de uma forma mais sustentável no contexto agronómico, ambiental e social.

O projecto decorre entre 2020 e 2022 em quatro países da UE - Portugal, França, Itália e Alemanha.  A Casa do Arroz – Associação Interprofissional do Arroz é parceiro português envolvido.

 

 

Programa de Melhoramento Nacional do Arroz – Arroz nacional ao gosto dos portugueses 

 

Durante a visita aos campos experimentais do Programa de Melhoramento do Arroz, os participantes observaram as três variedades portuguesas de arroz que já se encontram inscritas no Catálogo Nacional de Variedades (CNV) – ‘Ceres’ e ‘Diana’ (ambas de tipo carolino) e ‘Maçarico’ (de tipo agulha) –, bem como duas novas variedades de arroz carolino que estão em processo de inscrição no CNV e ainda as linhas avançadas promissoras que são candidatas a variedades num futuro próximo, incluindo algumas linhas de tipo comercial médio.

 

O presidente do Cotarroz, Francisco Dias, explica que as variedades portuguesas de arroz «podem contribuir para a competitividade e sustentabilidade da fileira do arroz, através da disponibilidade de variedades adaptadas às nossas condições edafoclimáticas e às exigências específicas do consumidor português»

Visita ao campos experimentais
Visita aos campos experimentais do Programa de Melhoramento do Arroz

 

É também expectável que «a venda de semente certificada das variedades nacionais gere retorno para reinvestir no Programa de Melhoramento do Arroz», dando azo à obtenção de novas variedades. E por último, o arroz resultante de investigação nacional deverá contribuir para «diminuir a importação de semente, com o consequente impacto no equilíbrio da balança comercial».

 

 

Agenda para a Investigação e Inovação da Fileira do Arroz

 

Inovação da cultura do arroz
Visita ao Programa de Melhoramento do Arroz

O Cotarroz é agora um Centro de Competências. A Info Lusosem quis saber o que mudou na sua atividade e quais as mais-valias desta para a fileira do arroz. 

 

«O Cotarroz, como Centro Operativo e Tecnológico do Arroz, fundado em 2003, sempre teve como objetivos a promoção do desenvolvimento da fileira orizícola, especialmente através da investigação aplicada, a melhoria do nível de conhecimentos do sector, o aprofundamento da cooperação e parceria, e a dignificação e qualificação dos agentes e produtos. Portanto, neste sentido, a passagem para Centro de Competências não mudou em nada a nossa atividade», afirma o presidente do Cotarroz, adiantando que «o que mudou e que acreditamos constituir uma mais-valia para a fileira do arroz foi o compromisso de definir a Agenda para a Investigação e Inovação da Fileira do Arroz».

 

Esta Agenda pretende transferir conhecimento actualizado a todos os agentes do sector, com vista à sua qualificação quanto às necessidades de inovação, potenciando ao mesmo tempo a sua competitividade e capacitação.

Para a definição desta Agenda, o Cotarroz CC irá contar com o contributo de todos os agentes da fileira (investigação, produção e indústria), absorvendo toda a informação relevante e novos conhecimentos adquiridos, através da consulta alargada proporcionada pela realização de Grupos focais, através da realização de Dias de Campo e da recolha e compilação de informação científica relacionada com a fileira do arroz. 

 

PRODUTOS
ONDE COMPRAR

Localize o distribuidor mais perto de si:

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER
CONTACTOS
Sede

Rua General Ferreira Martins, n 10-9A

1495-137 Algés

Ligue-nos

Telefone: +351 214 131 242

Fax: +351 214 131 284