Lusosem participa em ensaios de cereais biológicos da CERSUL

A Lusosem apoiou e participou na Jornada de Campo dedicada aos cereais em Modo de Produção Biológico (MPB), realizada pela Cersul-Agrupamento de Produtores de Cereais do Sul, na Herdade Monte do Campo, em Elvas. Os primeiros resultados dos ensaios de cereais em MPB foram revelados a 8 de Maio num dia de campo que reuniu várias dezenas de agricultores e técnicos.

 

 

A Lusosem testou o Chamae, um fertilizante líquido natural, homologado em MPB, utilizado numa das parcelas do ensaio, composto por 5 hectares de cereais de Outono-Inverno (trigo mole, trigo duro, cevada e aveia). «O Chamae incorpora azoto, fósforo e potássio, pelo que com este produto conseguimos resolver grande parte da questão da fertilização nos cereais em MPB», afirmou Manuel Laureano, diretor comercial da Lusosem, lembrando que o produto deve ser incorporado ao solo.

 

A Lusosem, parceira de longa data da Cersul, fez-se representar também por António Sevinate Pinto, administrador, Filipa Setas, responsável de Desenvolvimento e Marketing, Rodrigo Sevinate Pinto, responsável pelos cereais praganosos na empresa, e Filipe José, delegado técnico-comercial da Lusosem no Alentejo e Algarve.

 

Após a visita ao campo decorreu uma sessão formativa com um dos maiores especialistas em cereais biológicos de França, Régis Alias, e com investigadores do INIAV e da Escola Superior Agrária de Elvas.

 

Os cereais biológicos podem ser uma alternativa para os agricultores do Alentejo onde a área de produção de cereais diminuiu drasticamente nos últimos anos, devido à fraca rentabilidade desta cultura agrícola. A Cersul quer contrariar esta tendência apostando em trigo, cevada e aveia biológicos, muito procurados e melhor remunerados pela indústria de pão e massas alimentares.

 

«Buscamos alternativas à agricultura convencional para conseguir melhores preços e os cereais biológicos podem ser uma via. Apesar de estimarmos uma diminuição de 20% no volume de colheita face ao convencional, o valor pago pela indústria de panificação pelos cereais biológicos pode ser 50% superior», explicou Alfonso Cerezo, agricultor associado da Cersul que acolheu o ensaio de cereais biológicos na sua exploração em Elvas.

 

«O objetivo da Cersul é colocar a produção agrícola dos seus associados em segmentos de mercado melhor remunerados e tudo faremos para que os nossos cereais sejam cada vez mais produtos de valor acrescentado e menos commodities», afirmou Luís Bulhão Martins, administrador da Cersul.

 

Recorde-se que Portugal é em grande medida dependente da importação de cereais, produzindo apenas 20,5% dos cereais que consome (nível de autoaprovisionamento em 2016/2017, fonte INE).

 

Ensaios de Cereais Biológicos da CERSUL

 

Agricultores e dirigentes da Cersul explicam os objetivos dos ensaios

Agricultores e dirigentes da Cersul explicam os objetivos dos ensaios

 

Manuel Laureano, diretor comercial da Lusosem, apresentou o Chamae, um fertilizante líquido natural usado numa parcela dos ensaios

Manuel Laureano, diretor comercial da Lusosem, apresentou o Chamae, um fertilizante líquido natural usado numa parcela dos ensaios

PRODUTOS

ONDE COMPRAR

Localize o distribuidor mais perto de si:

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

CONTACTOS

Sede

Rua General Ferreira Martins, n 10-9A

1495-137 Algés

Ligue-nos

Telefone: +351 214 131 242

Fax: +351 214 131 284