Produtores de Milho inauguram Centro de Formação em Coruche

A ANPROMIS realizou a 10 de Julho, o Dia de Campo InovMilho, na Estação Experimental António Teixeira, em Coruche, onde inaugurou um Centro de Formação e Demonstração para produtores e técnicos. Paralelamente foi anunciada, pelo INIAV, a Agenda de Investigação e Inovação para as culturas do milho e sorgo.

 

 

 

Cerca de 200 pessoas participaram no Dia de Campo do InovMilho - Centro Nacional de Competências das Culturas do Milho e Sorgo, cuja missão é implementar uma estratégia de desenvolvimento e inovação destas culturas.

 

O primeiro passo do InovMilho foi dado em 2013, com a assinatura do protocolo de revitalização da Estação Experimental António Teixeira, pela ANPROMIS e o INIAV; em 2015, o Centro foi formalmente constituído por 34 entidades parceiras e em 2018 foi dado mais um importante passo com a criação de um espaço de formação aberto ao setor e apresentada a Agenda de Inovação, que orientará as políticas públicas e promoverá a competitividade da fileira do milho e sorgo através do uso mais eficiente dos recursos produtivos.

 

Inauguração deo Centro de Formação e Demonstração para produtores e técnicos - InovMilho

Dia de Campo do InovMilho

 

O Ministro da Agricultura, que presidiu à cerimónia de inauguração do Centro de Formação, afirmou que «o Centro de Formação hoje aqui inaugurado é uma prova inequívoca da vitalidade da ANPROMIS e da forma como olha o futuro, dirigida para a produção e difusão do conhecimento, sem os quais não é possível existir prosperidade no setor, ou seja, rendimento para os agricultores».

 

A proposta de Agenda de Investigação e Inovação para as culturas do milho e sorgo, apresentada pelo INIAV-Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, está agora em fase de análise pelas 34 entidades parceiras do InovMilho e até final do ano será divulgado um plano de ação da Agenda para o período 2018-2025.

 

 

“Cereais de Portugal”

 

Durante esta iniciativa foi dado especial destaque à Estratégia Nacional para a Promoção da Produção Nacional de Cereais, aprovada em Conselho de Ministros durante o Verão, e que visa conduzir Portugal a grau de autoaprovisionamento em cereais de cerca de 38%, correspondendo 80% ao arroz, 50% ao milho e 20% aos cereais praganosos, até ao ano 2022. Luís Souto Barreiros, Coordenador do Grupo de Trabalho para a Promoção da Produção Nacional de Cereais, apresentou as 20 medidas prioritárias na Estratégia, entre as quais o reforço do papel das Organizações de Produtores, a constituição de um Organismo Interprofissional dos Cereais e a criação da marca “Cereais de Portugal”.

 

O setor dos cereais, que representa mais de 10% das importações alimentares e mais de 30% das importações agrícolas, deve dar um contributo para a obtenção do equilíbrio da balança comercial agrícola, que o Governo se propõe atingir no horizonte de duas legislaturas. A aposta no setor dos cereais permitirá igualmente o combate ao abandono e despovoamento de zonas rurais, o melhor ordenamento do território e uma gestão ambiental mais adequada.

 

O Dia de Campo InovMilho incluiu uma visita aos ensaios de variedades de milho, instalados na Estação Experimental António Teixeira. Entre as tecnologias em mostra destaca-se o sistema de rega gota-a-gota com tubo enterrado, visando a poupança de água e energia, e um novo equipamento de sementeira direta, com um sistema inovador de discos duplos, aplicável a semeadores monogrão. Este equipamento, desenvolvido pela Universidade de Évora, está a ser testado para diferentes tipos de solo e quantidades de restolho.

 

 

30 Anos ANPROMIS

 

José Luís Lopes, presidente da ANPROMIS, disse a propósito do 30º aniversário desta associação, que se assinala em 2018, que a atual Direção «se regozija com a história de três décadas da ANPROMIS na defesa ativa dos interesses dos produtores nacionais de milho e sorgo e assume o futuro com um sentimento de dever e responsabilidade, perante os 67.000 agricultores que a nossa associação representa». Acrescentou ainda: «nesta ocasião, gostava de deixar uma palavra de reconhecido apreço pelo trabalho desenvolvido pelos meus antecessores no cargo de Presidente da ANPROMIS. Ao nosso fundador, Eng. José Luís Tello Rasquilha, um visionário e pioneiro do associativismo agrícola, ao qual o sector tanto deve. Ao seu sucessor, Eng. Luís Vasconcellos e Souza, um acérrimo defensor dos interesses dos produtores nacionais de milho em Portugal e no Estrangeiro, que incutiu a esta nossa Organização e à fileira do milho uma forte dinâmica, estando na génese de um novo modelo de associativismo agrícola mais moderno e dinâmico».

 

Luís Souto Barreiros, Coordenador do Grupo de Trabalho para a Promoção da Produção Nacional de Cereais

Luís Souto Barreiros, Coordenador do Grupo de Trabalho para a Promoção da Produção Nacional de Cereais

Novo equipamento de sementeira direta, com um sistema inovador de discos duplos

Novo equipamento de sementeira direta, com um sistema inovador de discos duplos

 

 

 

InovMilho - Logo

PRODUTOS

ONDE COMPRAR

Localize o distribuidor mais perto de si:

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

CONTACTOS

Sede

Rua General Ferreira Martins, n 10-9A

1495-137 Algés

Ligue-nos

Telefone: +351 214 131 242

Fax: +351 214 131 284